Frankestein Punk e o ano de 1986

Filme "Frankenstein Punk" de 1986

Olá!

Aproveito pra me apresentar no blog, meu primeiro post para esse pessoal que agita a cena e ajuda a lembrar o que rolou nos 80s.

Falo hoje de um ano especial pra mim: 1986.

Ano em que entrei na faculdade (ainda adolescente) e sai do perímetro do meu bairro, conheci gente de todos os cantos na faculdade, me ferrei em ônibus pra ir pra faculdade, abri minha cabeça em relação ao “sistema” (rs) e à vida em geral.

Tinha muita coisa acontecendo pra mim e ao redor, muitas bandas sendo divulgadas no nosso underground, nacionais e internacionais. Como não tinha internet naqueles tempos, as informações vinham pelo boca a boca, pelas revistas, rádio (Pool FM e 97 de Santo André), TV (sim, rolava underground na TV aberta!), discos de amigos, Galeria do Rock.

Pude conferir ao vivo Siouxsie & the Banshees, que puxou a fila para o The Cure e New Order, que vieram no ano seguinte. Dentre as apresentações nacionais, IRA! na USP e Zero! no MASP são shows históricos.

Quando eu podia, ia às casas noturnas Retrô (o primeiro) e Anny44.

No cinema, com tantos filmes de trilhas bacanas, mas de conteúdo vazio, acabei me interessando pelo circuito alternativo.

Um dia, vi uma cena do “Frankestein Punk” na TV. O curta tinha sido eleito o melhor em um festival daquele ano. Sai correndo com amigos para o SESC Pompéia pra ver a exibição do curta às 18 horas.

Eu não sabia quem era Cao Hamburger ainda, ninguém sabia.

O curta fala de um cara que se liberta em busca de sua felicidade e realização. Eu também me sentia assim, ainda meio perdida em meio ao que eu deveria ou não acreditar, o que era “certo” ou “errado”, ao mesmo tempo encantada com o universo. Talvez por isso o curta seja tão interessante pra mim, pois marcou aquele meu momento.

Fica o convite para conferir “Frankstein Punk” (de apenas 12 minutos) em:

http://www.portacurtas.com.br/Filme.asp?Cod=561

Abraço a todos!

———-

Silmara – tradutora e DJ/organizadora da festa Espectro80 – www.espectro80.rg3.net , além de divulgadora do trabalho dessa galera do blog!

~ por 80stributebands em junho 1, 2010.

8 Respostas to “Frankestein Punk e o ano de 1986”

  1. Siouxsie & the Banshees, The Cure e New Order…
    Eita que inveja…rsrsrs Mas quem manda morrar em provincia (POA)..
    Belo texto!

  2. Valeu SIL…se eu ainda me lembro 86 foi um ano marcante p mim tb , tocava c o Kafka e com a Claudia Wonder e foi c ela q tocamos no Barao c Joana em Ipanema(RJ) , com muita gente famosa nos vendo , Lobao, Cazuza, até Tonya Carreiro … quem diria hein !!!…rs
    xoxo

  3. Legal Renato! Vê se me conta uns “causos” 80s pra eu colocar a

  4. Valeu Luis, valeu Renato! Rê, vê se me conta uns “causos” 80s do Kafka e de suas aventuras pra eu colocar aqui no blog! Os publicáveis, é claro hehehe bjs

  5. Nossa Sil, vc sempre desenterrando “velhas novidades”, muito legal, Beijos

  6. Em 1986 eu era apenas uma criança que via as irmãs mais velhas aproveitarem a vida tanto quanto você. Tenho ótimas lembranças de 1986 também mas é uma delícia ler relatos como o seu.
    Beijão
    Kelly (Stray K)

  7. Valeu, Gerson! Se puder, apareça dia 12, bj pra vc e Dani!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: